and 11 maio 2021 Comer e Beber

Que tal aprender mais sobre esta delícia da culinária oriental?

Texto: Prato originário da China, o Yakisoba é muito difundido no Japão. Foto: Karla Rudnick.
De origem chinesa, o Yakisoba é muito difundido no Japão. Foto: Karla Rudnick.

O Yakisoba é uma receita asiática conhecida mundialmente. Ele é derivado do prato chow mein, cuja base é o macarrão chinês frito com muito repolho, adicionado a um molho escuro, como o inglês. Já o nome é uma junção dos termos “yaki”, que significa assar e/ou grelhar, e “soba”, traduzido como macarrão.

Um pouco de história

Os primeiros registros do Yakisoba são datados entre os séculos XVII e XIX, na China. No Japão, este prato foi muito difundido em virtude da escassez de alimentos logo após o fim da Segunda Guerra Mundial. Além de ser uma refeição barata e muito simples de ser preparada, saciou a fome dos japoneses durante e após a guerra.

Texto: O Yakisoba encantou não somente os chineses e japoneses! Seu sabor é conhecido e apreciado em muitas outras culturas. Foto: Karla Rudnick.
O Yakisoba encantou não somente os chineses e japoneses! Seu sabor é conhecido e apreciado em muitas outras culturas. Foto: Karla Rudnick.

O Yakisoba também possui algumas variações. São elas:

Sauce Yakisoba: macarrão refogado com legumes, carnes e frangos e com molho sauce (parecido com molho inglês);

Gomoku Yakisoba: esta é a receita mais parecida com a que é feita no Brasil. O macarrão é refogado no óleo, coberto com legumes e carnes. Depois, estes ingredientes são novamente refogados e temperados com um molho mais encorpado, à base de shoyo;

Kata-Yakisoba: macarrão frito e crocante com o molho encorpado à base de soja. O termo “kata” significa “duro”.

Independentemente de sua origem e das adaptações realizadas ao longo do tempo, o Yakisoba é um prato que não só conquistou os japoneses, como também diversas nações.

Vamos aprender a preparar esta delícia da culinária oriental?

Texto: As cores desta receita de Yakisoba, preparada pelo chef Lucas Santiago, ficam ainda mais evidentes na tigela Ryo White, da Oxford. Foto: Karla Rudnick.
As cores desta receita de Yakisoba, preparada pelo chef Lucas Santiago, ficam ainda mais evidentes na tigela Ryo White, da Oxford. Foto: Karla Rudnick.

O chef de cozinha Lucas Santiago nos traz uma receita bem simples e muito prática, anota aí!

Ingredientes:

300 g de macarrão oriental;

400 g de mignon ou alcatra cortado em tiras (coxão mole);

120 g de vagem (mais ou menos de 3 cm);

1/3 unidade de couve-flor cortado em pequenos buquês;

1 unidade de cenoura grande cortada em tiras;

1/3 unidade de pimentão vermelho (pequeno) cortado em tiras;

1/3 unidade de pimentão amarelo (pequeno) cortado em tiras;

1/3 unidade de pimentão verde cortado em tiras;

1/2 unidade de acelga;

1 unidade de cebola cortada em tiras;

1 unidade de abobrinha pequena em tiras;

200 g de cogumelos cortados em lâminas;

1 colher de sopa de óleo de gergelim;

1/3 unidade de repolho roxo;

2 colheres de sopa de amido de milho (molho);

250 ml de caldo de carne caseiro;

70 ml de shoyu;

1 litro de água;

2 colheres de saquê.

Preparo do molho:

Dissolva o amido de milho em 1 litro de água e coloque para ferver. Adicione 250 ml de caldo de carne caseiro, o shoyu e 2 colheres de saquê. Misture até levantar fervura. Desligue o fogo e reserve.

Modo de preparo do Yakisoba:

Cozinhe levemente os legumes: repolho, couve flor, brócolis, vagem, cenoura e abobrinha até ficarem al dente e reserve. Coloque água para ferver com sal. Quando levantar fervura, acrescente o macarrão e desligue. Escorra sem lavar e frite. Tempere a carne com sal. Junte 2 colheres de sopa de amido de milho. Doure a carne com óleo de soja e óleo de gergelim. Acrescente a cebola, os pimentões, cogumelos, cenoura, abobrinha, couve flor, brócolis e deixe fritar por aproximadamente 3 minutos. Acrescente molho pronto aos poucos. Por último, coloque a acelga.

Montagem:

Coloque em travessa o macarrão frito e o molho com legumes por cima.

Sugestões:

Para deixar seu Yakisoba com características de “prato gourmet”, é possível acrescentar o molho pronto à base de saquê, molho de soja, molho inglês e tonkatsu. Se preferir, pode adicionar também caldo de frango ou de camarão caseiros, além de amendoim, castanha, nozes e gergelim.

Use sua criatividade e surpreenda na preparação desta receita!

Texto: Uma receita prática e simples para surpreender! A tigelas Ryo White e os talheres da coleção Kyoto deixam a refeição ainda mais especial! Foto: Karla Rudnick.
Uma receita prática e simples para surpreender! A tigelas Ryo White e os talheres da coleção Kyoto deixam a refeição ainda mais especial! Foto: Karla Rudnick.

Gostou desta receita? No Puxe Uma Cadeira, trazemos ótimas sugestões para incrementar seu cardápio! São pratos de várias culturas, como este aqui, de cuscuz marroquino, que promete deixar sua mesa bem colorida e muito saborosa!

Heloisa
LEIA AS OUTRAS MATÉRIAS

Secretária por vocação, amante da escrita e dos escritores. Aprecia uma boa conversa, se empolga com fotografias e considera a música uma grande amiga, fonte de inspiração. Acredita que rir, realmente, é o melhor remédio. Romântica² crê que o amor tudo pode, tudo vence. Perfeccionismo e determinação são parceiros, companheiros de longa data.

Lucas
LEIA AS OUTRAS MATÉRIAS

Sommelier e professor de Gastronomia formado pela Univille-SC. Especialista em Finanças pela FCJ-SC e em Aperfeiçoamento em Serviços e Gestão pelo Senac Campos do Jordão-SP. Mestrando em Ciência Animal pela Unoeste-SP. Falar, vivenciar, partilhar gastronomia é com ele! Acredita que as viagens a trabalho ou familiares são necessárias para se recriar sempre. Tem certeza de que a gastronomia pode unir culturas, costumes, saberes e pessoas para um bom bate papo!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *