15 outubro 2020 Fazer do meu jeito

Você já pensou em montar um mini jardim de suculentas em casa usando algumas louças antigas?

As suculentas e os cactos são plantas fáceis de cuidar, que encantam pela sua variação de cores e formatos. Por serem plantas pequenas, elas se dão muito bem em recipientes menores e menos profundos, como as louças. Por isso, decidimos unir essas duas coisas – suculentas e louças – e ensinar um passo a passo para você montar um mini jardim de suculentas e cactos na sua casa.

Passo a passo um mini jardim feito com louças

Para montar o mini jardim, você vai precisar de:

  • Louça tipo bowl, xícaras grandes ou potes
  • Argila expandida ou pedra;
  • Manta de bidim;
  • Terra adubada;
  • Suculentas ou cactos pequenos;
  • Casca de pinus (opcional).

Como moro em apartamento, precisei também de papel kraft para forrar a mesa que usei de apoio para o plantio. Assim é mais fácil fazer a limpeza do espaço quando tudo estiver pronto.

1. Louça

Na hora de escolher a louça, pense na composição de cores que você quer para o seu mini jardim. Nós optamos por cores mais claras: azul e rosa. Uma dica importante é evitar louças verdes que tenham os mesmos tons das plantas, porque a vegetação acaba não se destacando.

Tigela azul Serena Essence.

Para servir como vaso, escolhemos uma tigela azul claro, que contrasta muito bem com as cores das suculentas que tínhamos. Tigela Serena Essence – Oxford. Foto: Arquiteca Projetos.

2. Drenagem com argila expandida

O ideal para uma planta, é que o vaso possua um furo embaixo para a água em excesso escorrer. Entretanto, as louças que temos em casa não possuem perfuração. Por isso, é muito importante criar uma camada drenante no fundo do vaso.

Coloque uma camada de aproximadamente um dedo de algum material drenante: argila expandida, pedras ou restos de isopor picados.

Optamos por argila expandida, que são essas bolinhas super leves que você encontra em qualquer flora ou até mesmo no supermercado. Foto: Arquiteca Projetos.

Optamos por argila expandida, que são essas bolinhas super leves que você encontra em qualquer flora ou até mesmo no supermercado. Foto: Arquiteca Projetos.

3. Manta

A manta bidim é uma manta geotêxtil que parece um feltro cinza usada para separar o elemento de drenagem da terra. Ela permite que a água passe pelo vaso sem que a terra escorra junto. Ela também garante que a água em excesso fique no fundo do vaso sem contato com a terra. Assim as raízes não correm o risco de apodrecer por excesso de rega.

A manta é facilmente encontrada em floras e materiais de construção. Meça o diâmetro do bowl, corte e coloque ela sobre a argila. Foto: Arquiteca Projetos.

A manta é facilmente encontrada em floras e materiais de construção. Meça o diâmetro do bowl, corte e coloque ela sobre a argila. Foto: Arquiteca Projetos.

4. Suculenta ou cacto e terra

Coloque a planta escolhida do centro da tigela e preencha com terra adubada em volta dela, até que ela fique bem firme. Pressione delicadamente a terra para que a planta não tombe depois do plantio.

Não encha a tigela de terra até em cima, porque ainda teremos o acabamento. Foto: Arquiteca Projetos.

Não encha a tigela de terra até em cima, porque ainda teremos o acabamento. Foto: Arquiteca Projetos.

5. Cobertura para a terra

Criar uma camada protetora sobre a terra, assim como a drenagem, é essencial para que a planta fique bem. Isso vai fazer com que a umidade da terra seja mantida e que era não fique com aquele aspecto árido, rachada.

Nós usamos casca de árvore porque já tínhamos por aqui. Mas você pode a própria argila expandida da camada drenante, folhas secas picadinhas, serragem, pedriscos ou pedrinhas de rio. Foto: Arquiteca Projetos.

Nós usamos casca de árvore porque já tínhamos por aqui. Mas você pode usar a própria argila expandida da camada drenante, folhas secas picadinhas, serragem, pedriscos ou pedrinhas de rio. Foto: Arquiteca Projetos.

Montando o espaço para o mini jardim

Depois de fazer alguns vasos, é hora de criar uma composição com eles para termos o mini jardim. Nós optamos por posicioná-los sobre um aparador que pega bastante sol, mas usamos os truques abaixo para deixar mais charmoso:

  • Delimite o espaço usando uma bandeja ou um jogo americano.
  • Use livros para criar alturas diferentes.
  • Posicione as plantas mais baixas na frente e as mais altas atrás.
Mini jardim de suculentas com louças Oxford.

Esse é o resultado final do nosso mini jardim, que deixou essa sala mais colorida e alegre. Nele, usamos, além da tigela Serena Essence, uma tigela Full 600ml, uma tigela rosa e uma tigela de sopa branca, todas peças da Oxford. Foto: Arquiteca Projetos.

Rega de suculentas e cactos

As suculentas e os cactos precisam receber uma grande quantidade de água, com grandes intervalos entre as regas. Nunca regue mais que uma vez por semana e só coloque água quando o solo estiver completamente seco.

A frequência das regas varia muito de acordo com a região que você mora e com a quantidade de sol que planta toma. Para o sudeste brasileiro, o indicado é regar no máximo uma vez por semana no verão e a cada 15 dias no inverno.

Luz ideal

Tanto os cactos quanto as suculentas precisam de luz direta pelo menos 6 horas por dia, ou seja, sol pleno. Então, quando for escolher o lugar para elas, opte pelo espaço mais ensolarado da casa ou do apartamento.

Bônus: terrário de suculentas

Outro tipo de arranjo muito bonito são os terrários de vidro de suculentas. Nós utilizamos um pote de sobremesa, pedrinhas de mármore, manta bidim e uma suculenta que sobrou do mini jardim, para criar essa terrário muito fofo.

Mini terrário com pote de vidro

Fizemos uma camada de pedra de mármore, manta bidim, terra adubada e outra camada de pedra. Foto: Arquiteca Projetos.

Você pode usar areias coloridas e outros elementos para deixar ainda mais bonito. O importante aqui é fazer cada camada bem certinha para que ele fique com um visual legal.

Também é possível plantar várias espécies de suculentas no mesmo terrário. As combinações são infinitas e cada terrário é único. Se você quiser se inspirar para montar o seu, é só pesquisar por “terrário de suculentas” no Pinterest e se encantar com o que os apaixonados por plantas têm feito.

Amanda
LEIA AS OUTRAS MATÉRIAS

AmandaArquiteta e urbanista, sócia da Arquiteca Projetos Afetivos, experimentando a produção de peças cerâmicas artesanais. Já morou na Hungria e no Rio de Janeiro. É colecionadora de lápis que usa pouco e cadernetas que nunca termina. A astrologia lhe inquieta e uma xícara de café sempre conforta.

    Gostou? Deixe seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *