26 maio 2020 Receber

A festa de aniversário virtual é uma ótima solução para comemorar a data com a família e os amigos, sem colocar ninguém em risco. Vem ver todas as dicas que preparamos para você! 

 

Em momentos de incerteza, como os que estamos vivendo agora, com a pandemia do coronavírus e a necessidade de manter isolamento social, é importante reforçar os laços afetivos, mesmo que para isso precisemos encontrar novas formas de contato. Por isso, nada de cancelar a comemoração de datas significativas, como aniversários. Com uma ajudinha da tecnologia e um mínimo de organização, dá para se divertir no aniversário virtual, sem colocar a saúde de ninguém em risco. Vem que a gente explica o caminho dos cliques!

"O importante é comemorar, se sentir perto das pessoas que são importantes para nós", diz Cláudia Pixu, nossa colaboradora e especialista em decoração.

“O importante é comemorar, se sentir perto das pessoas que são importantes para nós”, diz Cláudia Pixu, nossa colaboradora e especialista em decoração.

 

A primeira providência é fazer a lista de convidados. O número de participantes é importante pois vai definir o próximo passo, que é a escolha do aplicativo ou programa de videochamada. O WhatsApp, por exemplo, só permite a videoconferência entre 4 pessoas ao mesmo tempo. Outras opções, para reunir mais gente, são o Google Meet e o Skype, em que até 25 pessoas podem participar. E o Zoom, muito usado no mundo corporativo, que dá acesso a até 100 usuários, mas cuja chamada gratuita dura, no máximo, 40 minutos. Veja mais detalhes sobre essas plataformas no final do post.

 

O convite pode ser feito através de mensagem de texto, e-mail ou post nas redes sociais. De preferência, avise com alguns dias de antecedência, para que todos possam se organizar. Afinal, as pessoas estão em quarentena mas continuam a ter afazeres e compromissos.

 

Para decorar a mesa, se a festa for infantil, vale reciclar enfeites de aniversários anteriores, improvisar com o que tiver em casa, ou comprar em sites de lojas varejistas. Mas neste caso, leve em conta que os prazos de entrega do correio podem ser maiores do que o normal.

 

Vale sugerir que os convidados usem a criatividade para surpreender o aniversariante. Fazer cartazes, acender velas de aniversário, e até vestir fantasias, chapéus e perucas, são algumas ideias que podem alegrar ainda mais a festa de aniversário virtual.

Fica, vai ter bolo!

O bolo de chocolate do blog Na Minha Panela é um curinga, perfeito para o aniversário virtual: gostoso e fácil de fazer.

O bolo de chocolate do blog Na Minha Panela é tipo curinga: todo mundo adora e é fácil de fazer. Perfeito para o aniversário virtual!

 

Pode ser pequeno, simples, caseiro, mas no aniversário virtual não pode faltar um bolo! Para ajudar, separamos uma receita ótima de Bolo de Chocolate, do tipo que agrada a todos: é molhadinho, sem ser doce demais.

 

Quem quiser se aventurar a criar um bolo com visual sofisticado pode conferir as fotos inspiradoras de naked cakes, em outro post. Mas sempre há a possibilidade de encomendar bolo, salgados e docinhos em uma confeitaria de sua confiança. Um bolo de dois quilos dá para quatro a seis pessoas.

Escolhendo o lugar do aniversário virtual

Como já dissemos no início do post, é preciso levar em conta o número de participantes na hora de escolher a plataforma que será usada para transmitir a festa. Tenha em mente que a qualidade da chamada vai depender da conexão de cada um. É possível que haja, em alguns momentos, interferências no som e na imagem. Se possível, faça um teste, uns dias antes, para ter uma ideia da estabilidade da videochamada. Isso é especialmente importante se a festa for infantil, para não frustar o aniversariante.

Massa aparente, muito recheio, e acabamento impecável fazem do naked cake um sucesso em qualquer ocasião. Aqui, ele aparece sobre o prato Mendi Marfim, da Oxford. Foto: Raphael Günther/Bespoke Content.

Massa aparente, muito recheio, e acabamento impecável fazem do naked cake um sucesso em qualquer ocasião. Aqui, ele aparece sobre o prato Mendi Marfim, da Oxford. Foto: Raphael Günther/Bespoke Content.

Abaixo, você confere as características de cada aplicativo.

  • Google Meet: a plataforma gratuita do Google veio substituir o Google Hangouts. Permite até 25 pessoas numa chamada em vídeo. Funciona para computador e para celulares com sistema operacional Android e IOS (iPhone). Para dar início à conversa em grupo, basta gerar um link e compartilhá-lo por mensagem de texto. Também é possível convidar as pessoas por e-mail.
  • Skype: criado em 2003, o tradicional software para ligações de áudio e vídeo pode reunir até 50 usuários em uma chamada. Antigamente, era necessário que todos tivessem uma conta na plataforma. Agora, basta gerar um link e compartilhar. Disponível para desktop e para todos os sistemas operacionais de celular.
  • Zoom: muito usado no mundo corporativo, o app tem como vantagem o número de pessoas que podem acessar: até 100, mas a chamada tem limite de duração de 40 minutos na versão gratuita. Assim como o Meet e o Skype, basta gerar um link e compartilhar. Também é compatível com computadores e celulares com Android e IOS.
  • WhatsApp: o serviço de mensagens mais usado no Brasil permite apenas 4 pessoas em uma chamada de vídeo. Outra limitação é que o recurso está disponível apenas para celulares, tanto com sistema operacional Android, quanto IOS.

    Gostou? Deixe seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *