10 março 2020 Viajar

Uma lista de lugares e atrações que vão além dos tradicionais pontos turísticos de Buenos Aires.

Buenos Aires é um destino muito visitados pelos brasileiros. Além da proximidade, o câmbio é muito mais vantajoso do que países para fora da América Latina. A cidade é maravilhosa, uma mistura de cultura latino-americana e européia, que conferem um clima especial às ruas, restaurantes e parques. Eu gosto tanto da cidade que já fui para lá duas vezes, em outubro de 2016 e em janeiro de 2020.

As fotos são das duas viagens, mas as dicas aqui foram todas conferidas em 2020.

Ruas de Palermo Soho

Palermo Soho é um dos bairros mais jovens e movimentados de Buenos aires.

Palermo Soho é um dos bairros mais jovens e movimentados de Buenos aires. Foto: Fabíola Cordeiro.

 

As lojas abrem apenas às 11h durante a semana, mas vale a pena ir mais cedo apenas para andar e conhecer as obras ao longo do caminho. Foto: Fabíola Cordeiro.

As lojas abrem apenas às 11h durante a semana, mas vale a pena ir mais cedo apenas para andar e conhecer as obras ao longo do caminho. Foto: Fabíola Cordeiro.

 

O bairro abriga lojas super descoladas, outlets, bares e muita arte urbana. Em cada esquina há alguma expressão artística diferente: grafites, colagens, pinturas, etc. O bairro é muito seguro, tem estações de metrô e possui várias opções de hotéis e Airbnb. Fiquei hospedada nas duas viagens e recomendo muitíssimo.

Bares da Plaza Armenia

A Plaza Armenia fica em Palermo Soho e abriga uma feira de artesanato bem local em alguns dias da semana. É uma feira pequena mas muito legal de conhecer porque ali são vendidos pinturas, bordados, cerâmica, bonecas de pano e muitos outros produtos que não têm aquela cara de souvenir.

As ruas em volta da praça são enfeitadas com bandeirinhas, cordões de luz e algumas árvores possuem um tricô colorido em volta do tronco. Ou seja, tudo bonito e charmoso para aproveitar um final do dia em Buenos Aires. Foto: Fabíola Cordeiro.

As ruas em volta da praça são enfeitadas com bandeirinhas, cordões de luz e algumas árvores possuem um tricô colorido em volta do tronco. Ou seja, tudo bonito e charmoso para aproveitar um final do dia em Buenos Aires. Foto: Fabíola Cordeiro.

 

Em volta da praça há muitos cafés e restaurantes, mas o destaque é a quantidade de bares. A maior parte deles vende cerveja artesanal e drinks, com sanduíches e pratos para compartilhar. As calçadas em volta da praça são bem largas, então os estabelecimentos sempre colocam as mesinhas nas ruas.

No bar diggs, porção de bastões de queijo com batatas. Os “bastões” de queijo argentinos são muito maiores que os palitos de queijo brasileiros. É bom saber disso para não se perder na quantidade de comida. Foto: Fabíola Cordeiro.

No bar diggs, porção de bastões de queijo com batatas. Os “bastões” de queijo argentinos são muito maiores que os palitos de queijo brasileiros. É bom saber disso para não se perder na quantidade de comida. Foto: Fabíola Cordeiro.

Bar e restaurante Mezcal

Este é um dos bares da Plaza Armenia que vale a pena conhecer. O cardápio mistura comida mexicana e argentina, servindo desde os tradicionais nachos até milanesas (prato de carne tradicional argentino) com tempero e salsas mexicanas. Foto: Fabíola Cordeiro.

Este é um dos bares da Plaza Armenia que vale a pena conhecer. O cardápio mistura comida mexicana e argentina, servindo desde os tradicionais nachos até milanesas (prato de carne tradicional argentino) com tempero e salsas mexicanas. Foto: Fabíola Cordeiro.

 

Milanesa com ovo de gema mole, acompanha guacamole, creme azedo (sour cream) e batatas. Foto: Fabíola Cordeiro.

Milanesa com ovo de gema mole, acompanha guacamole, creme azedo (sour cream) e batatas. Foto: Fabíola Cordeiro.

Librería del Fondo

Livraria e café no bairro Palermo Soho criada em 2016, possui muitos livros de ciências sociais e arte. O edifício é a última obra do arquiteto modernista brutalista Clorindo Testa, que construiu outros prédios icônicos como a Biblioteca Nacional Argentina.

A livraria também conta com um café e um pátio que recebe eventos culturais. Foto: Fabíola Cordeiro.

A livraria também conta com um café e um pátio que recebe eventos culturais. Foto: Fabíola Cordeiro.

Outlet dos Arcos

Instalado em uma antiga estação de trem, o outlet é um shopping a céu aberto entre os prédios antigos de Palermo.  Ao todo são 50 lojas e 20 quiosques de cafés e sorveterias. Foto: Fabíola Cordeiro.

Instalado em uma antiga estação de trem, o outlet é um shopping a céu aberto entre os prédios antigos de Palermo.  Ao todo são 50 lojas e 20 quiosques de cafés e sorveterias. Foto: Fabíola Cordeiro.

 

É um ótimo lugar para curtir um dia de sol em Buenos Aires e comprar coisas com bom custo benefício. Foto: Fabíola Cordeiro.

É um ótimo lugar para curtir um dia de sol em Buenos Aires e comprar coisas com bom custo benefício. Foto: Fabíola Cordeiro.

Passeo e Arcos del Rosedal

Inicialmente havia apenas o Parque Rosedal. Também conhecido como Rosedal de Palermo, é um parque de 34 mil metros quadrados que conta com muitas variedades de rosas, cuidadosamente mantidas.

Em 2017, foi inaugurado o Arcos del Rosedal, um espaço ao lado do parque que conta com bares, cafés e sorveterias. Ao lado do parque e do lago, ele trouxe muita vitalidade e movimentação para o espaço. Foto: Fabíola Cordeiro.

Em 2017, foi inaugurado o Arcos del Rosedal, um espaço ao lado do parque que conta com bares, cafés e sorveterias. Ao lado do parque e do lago, ele trouxe muita vitalidade e movimentação para o espaço. Foto: Fabíola Cordeiro.

MALBA

O Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires também fica em Palermo e recebe exposições mundialmente famosas. A entrada geral é gratuita, mas as exposições específicas cobram um valor a parte. Foto: Fabíola Cordeiro.

O Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires também fica em Palermo e recebe exposições mundialmente famosas. A entrada geral é gratuita, mas as exposições específicas cobram um valor a parte. Foto: Fabíola Cordeiro.

Bancas de Flores

Este não é um lugar específico, as bancas de flores estão em todas as ruas da parte central de Buenos Aires. Elas deixam a cidade mais colorida e romântica, principalmente nos dias mais frios.

Se estiver pela cidade e gostar de flores, fique sempre atento às bancas para conhecer, admirar e comprar algumas espécies que não temos no Brasil. Foto: Fabíola Cordeiro.

Se estiver pela cidade e gostar de flores, fique sempre atento às bancas para conhecer, admirar e comprar algumas espécies que não temos no Brasil. Foto: Fabíola Cordeiro.

El Ateneo

Livraria dentro de um teatro antigo no centro de Buenos Aires, que foi classificada pelo The Guardian em 2008 como à segunda livraria mais bonita do mundo. Em todos os andares há estantes de livros e a parte infantil fica no subsolo.

O antigo palco foi transformado em um café, que funciona diariamente. Foto: Fabíola Cordeiro.

O antigo palco foi transformado em um café, que funciona diariamente. Foto: Fabíola Cordeiro.

El Cuartito

Em 2005, quando Anthony Bourdain visitou Buenos Aires e gravou o programa Sem Reservas, uma das indicações foi o El Cuartito. É um restaurante bem simples e tradicional no centro de Buenos aires, frequentado basicamente por moradores locais. O atendimento não é excelente (como nas outras indicações) e tudo é um pouco apertado, mas com certeza vale a pena para provar as empanadas.

Os sabores tradicionais são os de cebola com queijo - meu preferido - e de carne picante, que leva carne, vários temperos e ovo. O sabor das empadas é fantástico. Tudo bem quente e fresco, maravilhoso! Foto: Fabíola Cordeiro.

Os sabores tradicionais são os de cebola com queijo – meu preferido – e de carne picante, que leva carne, vários temperos e ovo. O sabor das empadas é fantástico. Tudo bem quente e fresco, maravilhoso! Foto: Fabíola Cordeiro.

 

Além das empanadas, o lugar serve fugazzeta, que é uma espécie de pizza sem molho de tomate e massa mais grossa. Assim como nas empanadas, o sabor tradicional de cebola com queijo.

Assim como em vários lugares tradicionais da Argentina, a cerveja Quilmes é a principal cerveja do restaurante. Foto: Fabíola Cordeiro.

Assim como em vários lugares tradicionais da Argentina, a cerveja Quilmes é a principal cerveja do restaurante. Foto: Fabíola Cordeiro.

Marcelo’s Restaurante

O restaurante fica em Puerto Madero e é considerado um dos melhores restaurantes italianos da capital. O valor é mais alto comparado aos outros similares, mas realmente vale a pena. O cardápio é muito completo, com uma carta de vinhos extensa.

 

O couvert é delicioso, vários pães artesanais com manteiga e antepastos. Experimentei um ragu de cordeiro com risoto parmegiano, tudo perfeitamente temperado e feito com excelência.

O ambiente é sofisticado, muito romântico e tem uma vista sensacional de Puerto Madero. Foto: Fabíola Cordeiro.

O ambiente é sofisticado, muito romântico e tem uma vista sensacional de Puerto Madero. Foto: Fabíola Cordeiro.

Santo Manjares

Restaurante bem tradicional no centro, é o 14° de 5.741 restaurantes cadastrados no Tripadivisor. Oferece carnes extremamente saborosas com um acompanhamento a sua escolha (salada, batata, pão, entre outros). O restaurante tem poucos lugares, então chegue cedo porque sempre há muita fila.

Pedi de entrada um provoleta temperada na chapo, com certeza a melhor que já comi. Foto: Fabíola Cordeiro.

Pedi de entrada um provoleta temperada na chapo, com certeza a melhor que já comi. Foto: Fabíola Cordeiro.

La Bombonera e Museu

O estádio do Boca é uma atração bem conhecida entre os amantes do futebol. Mas o destaque aqui vai para o museu que fica anexo ao estádio. Ele é super tecnológico e completo, conta a história do time e, consequentemente, do futebol na América Latina. Por ficar localizado em um bairro de imigrantes italianos, uma parte do museu é destinada a contar a história do bairro, seus desafios e expansão.

 

A visita ao museu conta com o acesso à arquibancada, dentro do estádio. Mas há um outro tour, organizado pelos jogadores de base da base do Boca, em que o turista pode visitar os túneis de acesso, pisar no gramado, segurar em uma réplica da taça libertadores e tirar uma foto no banco reserva do time adversário.

Esta é uma atração para quem realmente ama futebol e quer ter a sensação de estar entrando em campo em um dos estádios mais emblemáticos da América Latina. Foto: Fabíola Cordeiro.

Esta é uma atração para quem realmente ama futebol e quer ter a sensação de estar entrando em campo em um dos estádios mais emblemáticos da América Latina. Foto: Fabíola Cordeiro.

Tecnópolis

Fica afastado do centro de Buenos Aires, mas vale a pena conhecer este espaço dedicado à tecnologia e à ciência, que abriga exposições, atividades artísticas, eventos e muitas atrações. Normalmente têm shows musicais e peças teatrais, além de oficinas e um parque. O acesso é gratuito e é um ótimo programa para fazer com crianças em Buenos Aires.

Mural de arte enorme a céu aberto na Tecnópolis. Foto: Fabíola Cordeiro.

Mural de arte enorme a céu aberto na Tecnópolis. Foto: Fabíola Cordeiro.

 

Esperamos que você tenha gostado das dicas e que aproveite a viagem em umas das cidades mais lindas da América Latina!

    Gostou? Deixe seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *